Coberturas verdes em Steel Frame

 

Neste post vamos detalhar quais são os benefícios e características dos telhados verdes. Além disso, vamos explicar como você pode fazer para materializá-los em Steel Frame.

 

As coberturas vegetais ou verdes consistem em um sistema multicamadas colocado sobre o teto dos edifícios onde o crescimento da vegetação nativa é favorecido. A melhor coisa sobre os telhados verdes é que seus benefícios abrangem três níveis: individual, comunitário e ambiental. Ou seja, todos são beneficiados com a aplicação desse tipo de tecnologia em seus projetos.

 

Benefícios para o morador

  • A existência de uma cobertura verde reduz a exposição das membranas impermeabilizantes às grandes oscilações de temperatura, que podem causar microfissuras, e as protege da radiação ultravioleta.
  • Proporcionam maior isolamento térmico nas coberturas, reduzindo custos com aquecimento e ar condicionado.
  • A quantidade de ruído que chega ao interior da casa é reduzida, uma vez que o telhado verde cria uma barreira natural de proteção contra o ruído.
  • O telhado verde aumenta a resistência de proteção contra fogo protegendo a casa.
  • O fato de incorporar uma cobertura verde em uma casa aumenta seu valor, pois melhora seu desempenho energético e transforma espaços mortos em jardins agradáveis.

 

Benefícios para a comunidade

  • Reduz o efeito de “ilha de calor”: por meio do orvalho e da evaporação diários, as plantas em superfícies verticais e horizontais são capazes de resfriar cidades durante os meses quentes de verão.
  • Reduz a poluição e melhore a qualidade do ar: as plantas em telhados verdes podem capturar os poluentes do ar e a precipitação atmosférica.
  • Impedem o transbordamento do esgoto: retêm até 65% da água da chuva, vazão que escoa nas 5/6 horas seguintes, evitando transbordamentos nos esgotos. Dessa forma, eles reduzem o risco de inundações.
  • Um telhado verde pode ser usado como um espaço público, jardim ou área de lazer para ser apreciado pela comunidade.

 

Benefícios para o meio ambiente

  • Eles reduzem as emissões de gases de efeito estufa: ajudam a reduzir a distribuição de poeira e partículas pela cidade, bem como a produção de smog. Além disso, eles filtram poluentes e CO2 do ar.
  • Fornecem um habitat para a vida selvagem: eles podem sustentar uma grande variedade de plantas e invertebrados. Oferecem um habitat para várias espécies de pássaros.
  • Eles permitem o uso de materiais reciclados: existem diferentes tipos de telhados verdes. Em muitos casos, os telhados verdes usam uma grande proporção de materiais recicláveis, ajudando a reduzir a exploração excessiva de recursos naturais e a poluição do ar e da água.

 

Categorias de coberturas verdes 

Os telhados verdes podem ser classificados em três categorias:

  • Coberturas intensivas: têm mais de 20 cm de espessura, requerem reforço na estrutura, são parecidas com um parque e de fácil acesso, podem incluir desde temperos para a cozinha até arbustos e árvores pequenas, requerem muito trabalho, irrigação, composto e outros cuidados.
  • Coberturas extensivas: Elas flutuam entre 2 e 15 cm de espessura e são projetadas para exigir um mínimo de atenção, talvez removendo ervas daninhas uma vez por ano ou uma aplicação de composto de ação lenta para estimular o crescimento. Elas podem ser cultivadas em uma camada muito fina de solo; a maioria usa uma fórmula especial de composto ou mesmo “lã de rocha” diretamente sobre uma membrana impermeável.
  • Coberturas semi-intensivas: As características deste sistema são uma combinação das associadas aos sistemas intensivos e extensivos, com uma profundidade média entre 12 cm e 25 cm e algumas necessidades de manutenção. Este sistema é ideal para telhados finos parcialmente acessíveis. Muitas vezes, são incluídos em telhados de uso sócio-recreativo, portanto, elementos paisagísticos são adicionados para torná-los mais atraentes. Normalmente, esses sistemas são instalados em coberturas de Steel Frame ou de concreto que podem suportar o excesso de peso.

 

Como fazer coberturas verdes em Steel Frame

Em qualquer sistema construtivo, é imprescindível que o peso do substrato saturado do telhado verde proposto seja calculado por um profissional (arquiteto ou engenheiro de cálculo estrutural), uma vez que eles colocam uma carga maior sobre os edifícios se comparado com um telhado convencional (plano ou inclinado).

Da mesma forma, deve-se levar em consideração que todos os valores de carga devem ser baseados no peso do substrato saturado mais outras considerações relevantes.

Para fazer este tipo de telhados verdes em Steel Frame é necessário que possua, no mínimo, os seguintes componentes principais:

  • VEGETAÇÃO: Devem ser escolhidas as espécies mais adequadas de acordo com o clima. Pode ser plantada artificialmente, por meio de sementes, estacas ou por colonização natural.
  • SUBSTRATO: ou meio de crescimento. É o espaço físico, dotado de estrutura porosa, com nutrientes, composição química e propriedades de drenagem necessárias ao crescimento das plantas escolhidas.
  • FILTRO SEPARADOR DE SÓLIDOS: Tem como função evitar a passagem de partículas sólidas pelo tecido. Ao mesmo tempo, permite que a água se dissipe dos poros (separa os sólidos e drena).
  • DRENAGEM: Tem como função controlar a retenção de água da cobertura e suas propriedades em combinação com o substrato. Pode ser composto por vários tipos de materiais granulares, como areia, cascalho, material vulcânico ou elementos modulares/sistemas laminares.
  • BARREIRA ANTI-RAIZ: Evita que as raízes penetrem na membrana impermeável, danificando-a. Essa barreira pode ser um biocida ou uma camada espessa de polietileno.
  • IMPERMEABILIZAÇÃO: O elemento mais importante de qualquer telhado, verde ou não, é garantir que a água não comprometa de forma alguma a integridade do prédio. É importante que o elemento ou material impermeabilizante tenha sua eficácia verificada antes de prosseguir com sua instalação.

  

Créditos para a certificação de edifícios sustentáveis

A atividade de construção está experimentando uma grande transformação com base na sustentabilidade e continuará a fazê-lo no longo prazo. Nesse sentido, existem sistemas de avaliação e certificação da sustentabilidade dos edifícios, que podem ser ferramentas muito eficazes para atingir níveis de desenho, construção e funcionamento; e que respeitam cada vez mais o ambiente, o entorno, o conforto e a saúde das pessoas. As ferramentas mais utilizadas internacionalmente são EDGE, LEED e BREEAM. Essas certificações consistem em programas que premiam a construção e manutenção de edifícios altamente ecológicos. A instalação de uma cobertura verde permite que você ganhe pontos de crédito para essas certificações, pois oferece uma ampla gama de benefícios sustentáveis.

Como você pode ver, os telhados verdes são uma proposta interessante a favor da cidade e de seus habitantes. E sem dúvida são uma oferta atrativa em qualquer construção, bem como um argumento de destaque na comercialização de um projeto.

 

Mais informações

Para saber mais sobre o sistema visite o site, o blog ou entre em contato conosco. O diálogo constante com os nossos clientes e usuários nos permite obter informação valiosa sobre o que cada um precisa para continuar crescendo.

 

Acesse aqui e conheça os produtos da Barbieri do Brasil