Todas as fases de um projeto em steel frame

Obra36

 

Neste artigo, explicaremos brevemente quais são para nós, as principais fases pelas quais um projeto Steel Frame passará: da ideia à construção.

 

Fases anteriores à obra

 

1. Definição do projeto de arquitetura

Numa primeira fase, o arquiteto responsável pelo projeto efetuará um estudo de viabilidade da obra. Serão conhecidos os m2 que será possível construir e as limitações impostas pela regulamentação em vigor.

Com esta informação, tanto o cliente como o arquiteto terão reuniões nas quais definirão como será o projeto a partir de um plano de necessidades e gostos do cliente. É importante que o resultado seja algo que satisfaça o cliente e seja satisfatório para o profissional. 

Posteriormente, o arquiteto montará a documentação executiva (memória descritiva, plantas, cortes, vistas, detalhes construtivos, especificações, planilhas, etc.) que deverá ser submetida ao regulador de obras e cadastrada para aprovação e autorização de obra.

É importante que o profissional que realiza o projeto da casa tenha conhecimentos relacionados ao steel frame, para otimizar o projeto na sua resolução construtiva, estrutural, econômica e sustentável.

 

2. Engenharia detalhada

Na construção com Steel Frame, a engenharia detalhada “traduz” as plantas feitas na primeira fase para a linguagem e particularidades do sistema, definindo com precisão cada um dos componentes que compõem o projeto. Isso resulta em uma série de documentações técnicas essenciais para concluir o trabalho com segurança e eficiência. Entre eles:

  • A memória de cálculo: é a análise das cargas que a estrutura deve suportar. Esta análise permite determinar quais seções de perfis estruturais serão necessárias para cada parte do projeto.
  • O cálculo de materiais: estipula a quantidade de materiais necessários para completar a obra (perfis, parafusos, âncoras, enrijecimento, acabamentos, etc.).
  • O listado de corte: determinam a quantidade, tipo e comprimento de cada um dos perfis necessários para a montagem completa da estrutura. Esta informação é imprescindível para a encomenda de materiais aos fabricantes.
  • Plantas de oficina: contêm informação detalhada sobre cada um dos componentes do projeto (painéis, treliças, etc.), e são necessários para a pré-montagem de cada elemento na oficina ou na obra.
  • Plantas de montagem: detalham como montar corretamente os componentes da estrutura. Inclui informações de reforço, enrijecimento e ancoragem.

 

3. Orçamento e compra de materiais 

Com o cálculo dos materiais obtidos na engenharia detalhada, é possível fazer uma estimativa mais detalhada do orçamento da obra e fazer a compra dos diferentes materiais.

 

4. Cálculo de fundações

Com a memória de cálculos e as cargas que a estrutura do Steel Frame irá transmitir à fundação, obtidas na engenharia detalhada, é possível calcular as fundações de acordo com o tipo de obra e solo. Para efetuar este cálculo, é imprescindível que haja um estudo de solo que indique as características do substrato no qual a obra vai ser implantada.

 

Inicio do trabalho

 

5. Movimentação de terra e realização de fundações

Nesta fase do processo de construção são feitos os alicerces e as fundações sobre os quais assenta a casa. Antes de proceder à conformação e aplicação do concreto armado, é necessário que o lote tenha sido nivelado e compactado.

É importante nesta fase, ter um plano das instalações sanitárias, para saber por onde vão passar as instalações de esgoto e água, no que diz respeito à estrutura da fundação.

 

6. Corte de perfis e montagem dos painéis

Uma vez adquiridos os perfis, utilizaremos o listado de corte obtida na engenharia detalhada para iniciar o corte de cada uma das peças da obra.

Se solicitado, existe a possibilidade das peças serem entregues já cortadas diretamente do fornecedor.

Uma vez cortadas as peças, passamos a montar os painéis e peças especiais conforme indicado nas plantas da oficina.

Esta fase pode ser realizada no local da obra ou em uma oficina de painéis e, posteriormente, transportar os painéis para o canteiro de obras. Isso permite que a produtividade seja aumentada, reduzindo ainda mais o tempo de construção.

 

7. Montagem da estrutura

Concluída a fase de montagem dos painéis, eles começam a ser montados no local.

A localização dos painéis, tipos e localização das âncoras e detalhes de construção particulares, são detalhados nas plantas de montagem obtidos na engenharia detalhada.

 

8. Enrijecimento e isolamento

Com as fundações e a estrutura Steel Frame montada, a estrutura é reforçada com placas OSB ou Cruz de Santo André. O tipo e a quantidade de reforços a serem colocados serão conforme indicado na engenharia detalhada.

Após enrijecida, inicia-se a etapa de colocação da barreira contra água e vento (Typar), que impede a passagem de água do exterior e permite a passagem do vapor produzido no interior da casa.

 

9. Instalações 

O Steel Frame tem uma grande vantagem: a facilidade e praticidade com que são colocadas e reparadas as instalações (água, luz, gás, canos, multimédia, acondicionamento térmico, etc.). Se solicitado, os perfis podem vir de fábrica com um orifício através do qual os diferentes tubos podem ser passados.

 

10. Acabamentos e fim de obra

Nesta fase procedemos com todos os acabamentos, esses detalhes que fazem a diferença. Todos os acabamentos exteriores (sistema EIFS, placa cimentícia, chapa ondulada, etc.) e interiores desejados serão colocados de acordo com o sistema a utilizar.

Também aqui, será colocado o isolamento térmico no interior dos painéis, os revestimentos do piso, as torneiras, as louças sanitárias, as aberturas, etc.


Mais informações

Para saber mais sobre o sistema visite o site, o blog ou entre em contato conosco. O diálogo constante com os nossos clientes e usuários nos permite obter informação valiosa sobre o que cada um precisa para continuar crescendo.

 

Acesse aqui e conheça os produtos da Barbieri do Brasil