Indicadores de uma boa obra em Steel Frame

Casa_Onix_563

 

Saiba quais são os indicadores que lhe permitirão reconhecer rapidamente se uma obra em Steel Frame é de qualidade. Além disso, apresentamos algumas recomendações para que possa trabalhar profissionalmente na área da construção a seco.

 

1. Engenharia de detalhes

O cálculo estrutural é uma fase inevitável em qualquer projeto de construção, independentemente das características que possua, só pode ser realizado por engenheiros ou arquitetos qualificados.

No sistema Steel Frame os profissionais são responsáveis não só pela verificação estrutural do edifício, mas também pela otimização do projeto na sua resolução construtiva, estrutural, econômica e sustentável. Em seguida, fornecem, através da documentação citada, todos os dados técnicos, detalhes construtivos e condições em que os materiais do projeto devem ser fabricados, garantindo assim o uso racional e eficiente dos recursos.

BdB_Notas_plano

 

2. Supervisão de um profissional capacitado em construção a seco

A capacitação do profissional que fará o controle e a direção da obra é um ponto muito importante para que ela seja realizada com segurança e excelentes resultados técnicos, econômicos e de prazo.

Da mesma forma, um diretor ou chefe de obra treinado aumentará a motivação, o compromisso e a eficácia da sua equipe de trabalho, já que dispõe de um responsável que sabe como e quando realizar cada tarefa.

 

3. Planejamento e programação da obra

Para otimizar ao máximo os tempos de execução de cada fase e conseguir a conclusão da obra em um prazo muito curto, é necessário planejar e programar cada uma das tarefas que irão compor cada fase da obra.

  • Planejamento: Definir o processo produtivo desenvolvendo uma “Lista de tarefas” e a sua sequência de execução ou “Lista de precedentes”.
  • Programação: A partir das sequências definidas pelo planejamento, o profissional deve programar o cumprimento dos objetivos nele estabelecidos. Cuidará da distribuição das tarefas, equilibrando a gestão da mão de obra (seu aumento ou diminuição), indicando o ritmo de entrada de materiais e fornecimento de equipamentos e ferramentas. O ajuste inclui a análise ou reformulação dos padrões de produção e índices de desempenho de materiais.

4. Mão de obra qualificada

Para que a obra seja executada de forma rápida e correta, é necessário que a equipe que fará a construção conheça a maneira correta de executar cada fase.

Isso evitará demoras devido a dúvidas sobre como executar as fases e que as tarefas tenham que ser refeitas por serem mal executadas.

Casa_Onix_244

 

5. Materiais de construção normalizados

A padronização dos materiais com os quais a obra é construída é a demonstração objetiva de que um produto está de acordo com os padrões de qualidade, segurança, desempenho e boas práticas de fabricação, garantindo as propriedades mecânicas e físicas que compõem a resistência e durabilidade do mesmo.

A norma ABNT NBR 15217, por exemplo, estabelece diferentes requisitos para os perfis que serão usados em Steel Frame. Entre as mais importantes está a que define a espessura mínima da chapa base dos perfis. A norma também estabelece o valor da massa por metro linear que os perfis devem atender, bem como outras características geométricas e de medição com suas tolerâncias especificadas para cada seção.

 

6. Uso correto dos elementos de reforço

O enrijecimento de uma obra em Steel Frame é fundamental para evitar a deformação da estrutura produzida pelos esforços de cargas laterais geradas pela ação dos ventos e terremotos. Para evitar esta deformação, que além de deteriorar o aspecto dos acabamentos ocasionará o colapso da estrutura, o painel deve ser corretamente enrijecido em seu plano, seja com Cruzes de San Andrés ou com uma placa que atue como Diafragma de Enrijecimento.

Qualquer que seja a alternativa escolhida, não se deve subestimar a importância fundamental deste componente da estrutura, que deve estar presente em todos os casos, assim como as cargas laterais atuantes na estrutura.

A escolha de qual desses dois métodos usar é baseada em considerações técnicas e econômicas. Entre as técnicas deve ser incluído em primeiro lugar o Projeto de Arquitetura, principalmente no que diz respeito à quantidade, localização e dimensões das aberturas.

Entre os econômicos, deve-se avaliar o custo dos materiais e da mão de obra necessária para aplicar um ou outro sistema.

 

7. Obra devidamente isolada

O Steel Frame é composto por um sistema de isolamento multicamadas que isola a obra por meio de:

  • Barreira contra água e vento
  • Isolamento térmico
  • Barreira de vapor
  • Condicionamento acústico
  • Uso de selantes

Nas obras de Steel Frame bem executadas, consegue-se um ótimo isolamento térmico, acústico e hidrofóbico sem a necessidade de aumentar a espessura das paredes que sacrificam a superfície útil dos nossos projetos.

post-aislacion-steel-framing

Considerar que, como em qualquer sistema construtivo, é imprescindível realizar balanços térmicos e acústicos que indiquem o tipo de isolamento a utilizar de acordo com as condições específicas (tipo de obra a realizar, materiais a utilizar, localização geográfica, etc.). Da mesma forma, é importante para alcançar o isolamento ideal a utilização de carpintarias que possuam uma Etiqueta de Eficiência Energética que lhes permita identificar de forma rápida e fácil os valores de consumo energético..

 

Mais informações

Para saber mais sobre o sistema visite o site, o blog ou entre em contato conosco. O diálogo constante com os nossos clientes e usuários nos permite obter informação valiosa sobre o que cada um precisa para continuar crescendo.

 

Acesse aqui e conheça os produtos da Barbieri do Brasil