[Guia] O que é o cálculo de materiais de construção

 

Um guia útil com dados e recomendações técnicas para um cálculo de materiais preciso.

 

A Consul Steel, nossa parceira, trabalha na execução de documentação técnica integral para o desenvolvimento de obras em Steel Frame, incluindo engenharias de detalhamento, pré-dimensionamento e cálculo de materiais, entre outros.

Da mesma forma, há muitos anos oferecem treinamento específico em cálculo e pré-dimensionamento, pois sabem a importância de calcular os materiais exatos e estimar os custos diretos na fase de projeto preliminar para evitar desvios no planejamento econômico da obra.

Neste guia, você encontrará dados e recomendações muito úteis para:

  • Otimizar o tempo dedicado ao cálculo de materiais.
  • Evitar aumentos imprevistos nos custos de construção.
  • Realizar obras com maior segurança e transmitir confiança aos seus clientes.
  • Concretizar obras de maior qualidade e com melhores resultados..

 

O que é o cálculo de materiais? 

Na área da construção, o “cálculo” define o conjunto de cômputos matemáticos realizados com base em informações gráficas que determinam quantitativamente (cômputo métrico) e qualitativamente (cômputo de materiais e elementos) cada um dos itens que compõem a obra. Essas informações serão essenciais na preparação de outro dos documentos fundamentais em qualquer projeto: o orçamento, ou a quantificação econômica da obra.

Os cômputos métricos são executados em diferentes unidades de medida, como comprimentos, áreas e volumes. Por isso, para realizar um cálculo detalhado e exato é necessário ter conhecimento de fórmulas geométricas e procedimentos de construção, e realizar um trabalho ordenado e sistemático.

A responsabilidade da pessoa encarregada dos cômputos é de grande importância, pois dependendo da forma como são realizados, podem representar perdas ou ganhos para os proprietários ou empreiteiros.

O cálculo de materiais tem por objetivo definir:

  • a quantidade de material necessário para a execução de uma obra de acordo com os itens que a compõem.
  • o custo de uma obra e de cada uma de suas partes.
  • volumes de obra e custos parciais para fins de pagamento pelo andamento da obra.
  • as bases de planejamento em tempo e forma para cada uma das tarefas que serão realizadas durante a construção da obra..

 

A importância do cálculo para o orçamento e o controle do andamento da obra

Ao organizar a quantificação e qualificação dos trabalhos necessários para a construção das obras, o profissional responsável pelo projeto e/ou a direção da obra pode elaborar uma planilha de orçamento. Nessa planilha, são carregadas as propostas econômicas dos diferentes licitantes que participam da comparação de preços, e inclui cada um dos itens da obra para realizar uma revisão e comparação clara e definitiva.

Os itens são organizados cronologicamente de acordo com o desenvolvimento da obra, sendo incorporadas informações precisas quanto às unidades de medida de cada item, seu cômputo e os custos unitários, parciais e totais.

A resolução cuidadosa da lista de itens implica a elaboração de um organograma de controle de extrema importância, tanto nas etapas anteriores à contratação dos trabalhos, quanto nas relativas ao controle a ser realizado durante a execução das obras para conferir o andamento das mesmas.

Durante a etapa de controle do andamento da obra, a planilha que inclui a lista de itens manterá seu nível de importância, pois facilitará a elaboração das folhas de medição (que indicam o andamento da obra) e dos certificados correspondentes (que aprovam as folhas de medição o permitindo o pagamento pelo feito nesta instância), estabelecendo automaticamente qualquer trabalho adicional que venha a ser executado fora do inicialmente previsto..

 

4 recomendações a considerar para realizar um cálculo de materiais preciso

Abaixo listamos alguns aspectos inevitáveis ​​para realizar um cálculo de materiais preciso.

  • Estudar previamente a documentação

Isso permitirá que você tenha uma visão global do projeto a ser calculado. Da mesma forma, permitirá saber quais são as particularidades e detalhes das mesmas que podem influenciar no cômputo dos materiais. 

  • Sistematizar as informações das várias fontes

É muito importante conseguir a sistematização de todas as informações disponíveis, organizando-as em uma estrutura clara e compreensível, de fácil leitura e de comprimento mínimo. Da mesma forma, é muito conveniente estabelecer uma unidade de medida descritiva dos títulos e itens em relação direta com os códigos da documentação gráfica e as diferentes planilhas. Isso facilita a interpretação da documentação, a utilização e a consulta durante a construção das obras; também simplifica as tarefas de controle e pagamento dos certificados correspondentes pelo andamento da obra já analisados.

  • Respeitar a documentação técnica

A medição realizada no cômputo de materiais deve corresponder à obra a ser executada, de acordo com o que indicam os planos e especificações.
É provável que durante a execução do cômputo de materiais se tornem evidentes erros ou omissões da documentação técnica. Por este motivo, o calculista e o projetista devem trabalhar juntos de forma fluida para progredir na definição dessas questões. 

  • Medir com precisão

Deve-se buscar o mais alto grau de precisão possível. Por menor que seja seu custo, nenhum item que faça parte da construção deve ser desprezado.

 

Características que afetam o cálculo de materiais

Existem algumas características dos projetos que têm impacto direto no cálculo dos materiais e, portanto, no orçamento final da obra. Manter essas particularidades em mente no planejamento da obra e na escolha dos materiais que irão compô-la evitará estouros inesperados de custos. 

  • Tipo de cobertura e mezaninos.

Mezaninos e tetos úmidos têm um peso consideravelmente maior do que aqueles feitos a seco, devendo dimensionar os elementos estruturais com seções e espessuras de chapas maiores. Se pretende economizar na obra, recomendamos a criação de telhados e mezaninos leves ou, caso esta alternativa não seja viável, a utilização de contrapisos de EPS leve para reduzir o seu próprio peso.

  • Grandes aberturas.

A colocação de aberturas de grandes dimensões sem apoio intermediário pode levar à utilização de vergas de seções maiores, reticulados ou laminados. A consideração de colunas intermediárias ajudará a economizar o custo da estrutura.

  • Grandes separações entre suportes.

Este fator é fundamental na determinação da seção que terão os mezaninos e as coberturas. Quanto maior for o vão a cobrir, maior será a seção dos perfis a serem utilizados, ocasionando um aumento na quantidade de kg de aço a serem utilizados. Isso afetará significativamente o orçamento.

  • Poucos painéis cegos que conferem rigidez à estrutura.

Os painéis cegos conferem rigidez à montagem estrutural. Em projetos com poucos painéis cegos, devem ser escolhidas alternativas que ajudem a melhorar a rigidez, como adicionar placas OSB nas faces internas dos painéis, complementar os elementos de enrijecimento com contraventamentos em fita ou colocar perfis laminados que absorvam as cargas horizontais na estrutura do Steel Frame. Essas alternativas são sempre complementares ao enrijecimento da própria estrutura, aumentando o custo dos materiais e aumentando a carga horária de trabalho.

  • Altura dos painéis externos.

Para absorver as cargas horizontais que atuam nos montantes dos painéis exteriores, caso sejam de grandes alturas, é necessário optar por colocar painéis com montantes duplos ou com secção de 150 mm. Essa característica dos projetos afeta diretamente o cálculo de materiais e, portanto, o orçamento final da obra.

  • Destino do projeto.

Saber a utilização que o projeto terá ajudará a poder representar, no momento de realizar o cálculo da estrutura, qual será a soma de todas as cargas que podem ocorrer naquele espaço durante a vida útil do edifício. Por exemplo, não será o mesmo se o uso que será dado ao projeto for residencial, se forem instalados escritórios, uma biblioteca ou uma escola. Esses dados vão determinar as seções que terá a estrutura da nossa obra e, portanto, impactarão diretamente o resultado do nosso cálculo de materiais. 

  • Localização do projeto.

A localização do projeto é uma informação fundamental que deve ser levada em consideração no pré-dimensionamento da estrutura antes do cálculo dos materiais. Esta informação vai determinar as características da estrutura do Steel Frame, pois indica se o projeto está em zona sísmica, se tem ventos fortes ou mesmo se é uma área onde neva.

Mais informações

Para saber mais sobre o sistema visite o site, o blog ou entre em contato conosco. O diálogo constante com os nossos clientes e usuários nos permite obter informação valiosa sobre o que cada um precisa para continuar crescendo.

 

Acesse aqui e conheça os produtos da Barbieri do Brasil